fbpx

Após faltar à audiência, Guedes é convocado por comissão da Câmara Por Reuters



© Reuters. Ministro da Economia, Paulo Guedes, participa de seminário em Brasília
08/12/2020
REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) – A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para que preste esclarecimentos a respeito de supostas distorções em projeções de despesas previdenciárias.

Guedes, que havia sido convidado a participar de audiência conjunta das comissões de Fiscalização Financeira e Controle e de Defesa do Consumidor nesta quarta-feira, não compareceu ao compromisso. O convite, então, foi transformado em convocação, o que torna o seu comparecimento obrigatório.

À Reuters, o presidente da comissão, deputado Áureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), afirmou que o governo já ofereceu a data de 30 de junho para que Guedes compareça à audiência. O ministro tem até 30 dias, em termos regimentais, para participar.

“Como o ministro não compareceu hoje, quando estava marcada a data, a Comissão votou, sem nenhum voto contrário, a convocação do ministro Paulo Guedes para participar na forma de convocado na comissão”, disse o parlamentar.

No início da noite, o Ministério da Economia afirmou que Guedes não pôde comparecer à comissão por ter sido chamado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Palácio do Planalto. Segundo o ministério, esse problema de agenda foi comunicado à comissão na terça-feira, quando foi sugerida a data de 30 de junho.

“Reforçamos o compromisso do ministro Paulo Guedes com o Parlamento, responsável pela aprovação da pauta econômica, e lembramos que o ministro vem participando de diversas audiências públicas agendadas pela Câmara dos Deputados”, disse o ministério em nota.

De acordo com a Agência Câmara, a justificativa para a convocação citou reportagem do portal G1 que apontou que técnicos do TCU teriam identificado distorções em valores a serem desembolsados no futuro para custear a previdência de servidores e benefícios de militares inativos.

A ida inicial de Guedes à comissão estava prevista para o dia 4 de maio, data em que o ministro participou de audiência pública de um conjunto de comissões da Câmara dos Deputados. Sua participação então foi reagendada pela comissão para esta quarta-feira.

(Por Gabriel Ponte)

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *