fbpx

ONU pede investigação de operação policial que deixou 25 mortos no Rio Por Reuters



© Reuters. Policiais apontam suas armas durante operação na favela do Jacarezinho no Rio de Janeiro
06/05/2021 REUTERS/Ricardo Moraes

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) – O escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) pediu nesta sexta-feira uma investigação independente sobre uma operação policial contra traficantes de drogas na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, que deixou 25 pessoas mortas, incluindo um policial.

A operação realizada na quinta-feira, na qual helicópteros foram usados, parece ser a mais letal em uma década, em uma longa história de uso “desproporcional e desnecessário” da força pela polícia, disse o porta-voz da ONU para Direitos Humanos Rupert Colville em uma entrevista da ONU em Genebra.

“Pedimos à promotoria que conduza uma investigação independente e ampla sobre o caso, de acordo com os padrões internacionais”, disse Colville.

A força deve ser usada somente como último recurso e a polícia não tomou medidas para preservar as evidências na cena do crime, acrescentou ele.

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *