fbpx

Especialistas em segurança cibernética dos EUA veem salto na espionagem digital chinesa Por Reuters



© Reuters. (Blank Headline Received)

Por Christopher Bing e Raphael Satter

(Reuters) – Uma empresa de cibersegurança dos EUA disse nesta quarta-feira que detectou um aumento no número de casos de espionagem online por um grupo chinês suspeito no final de janeiro, quando o coronavírus estava começando a se espalhar para fora da China.

A FireEye disse em um relatório que havia detectado um aumento na atividade de um grupo de hackers que denomina “APT41” que começou em 20 de janeiro e teve como alvo mais de 75 de seus clientes, de fabricantes e empresas de mídia a organizações de saúde e sem fins lucrativos.

Existem “várias explicações possíveis” para o aumento da atividade, disse o arquiteto de segurança da FireEye, Christopher Glyer, apontando para tensões entre Washington e Pequim sobre comércio e confrontos mais recentes sobre o surto de coronavírus, que matou mais de 17 mil pessoas desde o final ano passado.

O relatório afirma que “foi uma das campanhas mais amplas de um agente chinês de espionagem cibernética que vimos nos últimos anos”.

A FireEye se recusou a identificar os clientes afetados. O Ministério das Relações Exteriores da China não abordou diretamente as alegações da FireEye, mas afirmou em comunicado que a China foi “vítima de crimes cibernéticos e ataques cibernéticos”. O escritório do diretor de inteligência nacional dos EUA não quis comentar.

Atribuir séries de ataques cibernéticos a qualquer país específico é muitas vezes incerto, mas a FireEye disse que tinha avaliado “com confiança moderada”, que o APT41 foi composto por empresas contratadas pelo governo chinês.

O chefe de análise da FireEye, John Hultquist, disse que o aumento foi surpreendente porque a atividade de hackers atribuída à China geralmente se tornou mais focada.

“Essa ação ampla é um desvio dessa norma”, afirmou.

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 56447727))

REUTERS PS PAL

Declaração de Riscos: Fusion Media would like to remind you that the data contained in this website is not necessarily real-time nor accurate. All CFDs (stocks, indexes, futures) and Forex prices are not provided by exchanges but rather by market makers, and so prices may not be accurate and may differ from the actual market price, meaning prices are indicative and not appropriate for trading purposes. Therefore Fusion Media doesn`t bear any responsibility for any trading losses you might incur as a result of using this data.

Fusion Media or anyone involved with Fusion Media will not accept any liability for loss or damage as a result of reliance on the information including data, quotes, charts and buy/sell signals contained within this website. Please be fully informed regarding the risks and costs associated with trading the financial markets, it is one of the riskiest investment forms possible.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *